Z: A Cidade Perdida Torrent (2017) Dual Áudio Legendado

Z: A Cidade Perdida - IMDb
Título no Brasil: Z: A Cidade Perdida
Título Original: The Lost City of Z
Gênero: Aventura / Biografia / Drama
Duração: 141 min
Diretor: James Gray
Lançamento: 2017
Qualidade de Áudio: 10
Qualidade de Vídeo: 10
Idioma: Português-BR / Inglês
Legenda: Português-BR
Tamanho: 1.46 GB / 2.60 GB
Formato: BluRay / MKV
Resolução: 1280×720 / 1920×1080
Hospedagem: Torrent
Z: A Cidade Perdida
Z: A Cidade Perdida

Z: A Cidade Perdida – Sinopse, Elenco, Download, Screen, Trailer.

Baixar Filme Z: A Cidade Perdida Torrent Dublado Legendado: A incrível história real do explorador britânico Percy Fawcett (Charlie Hunnam), que viaja para a Amazônia no século XX e descobre evidências de uma civilização avançada desconhecida que pode ter habitado a região. Depois de ter sido ridicularizado pelo corpo científico que considera as populações indígenas como “selvagens”, Fawcett está determinado a retornar à sua amada selva e provar seu caso.

Elenco:
Charlie Hunnam … Percy Fawcett
Robert Pattinson … Henry Costin
Sienna Miller … Nina Fawcett
Tom Holland … Jack Fawcett
Edward Ashley … Arthur Manley
Angus Macfadyen … James Murray
Ian McDiarmid … Sir George Goldie
Clive Francis … Sir John Scott Keltie
Pedro Coello … Tadjui
Matthew Sunderland … Dan
Johann Myers … Willis
Aleksandar Jovanovic … Urquhart
Elena Solovey … Madame Kumel
Bobby Smalldridge … Jack Fawcett
Tom Mulheron … Jack Fawcett

CURIOSIDADES:

Estreia internacional do filme no 67ª edição do Festival Internacional de Berlim. Tom Holland utilizou um bigode falso durante o filme.

James Gray pediu conselho para Francis Ford Coppola – de Apocalypse Now (1979) – sobre filmar na selva. A resposta do colega de trabalho foi simples: “Não vá”.

Comentários:

Um filme muito bom. Um drama na vida de um explorador inglês que dedica sua vida, com prejuízo para sua família, em busca de uma cidade perdida no seio da floresta amazônica. Bem dirigido e com ótimos atores. Os fatos se desenrolam na primeira metade do século 20, quando as fronteiras dos países do norte da América do Sul ainda dependiam de definição de fronteiras. Vale a pena assistir.

O longa já me agrada por tratar de um assunto que acho espetacular, o que pode tornar a nota um pouco tendenciosa. É verdade que o filme tem muitas limitações, principalmente ao explorar de maneira muito superficial a visão dos indígenas sobre sua própria terra. Também achei a parte que retrata a Primeira Guerra Mundial como destoante do restante do filme. Charlie Hunnan, Sienna Miller e Robert Pattinson estão bem e trabalham de maneira esforçada. Legal e válido o retrato de uma família que, em uma época de preconceitos serem o molde da sociedade e “normais”, busca algo diferente. Mas não sai a sensação de que falta algo. Talvez um pouco mais de foco em desenvolver os personagens, seu passado e suas motivações. A fotografia confunde um pouco. Enfim, história com muito potencial crítico, mas que deve mais profundidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.